Vereadores esclarecem queixas sobre iluminação pública em reunião com o Consmepi, Quark Engenharia e Prefeitura

por Maria Tereza Bicalho publicado 02/07/2020 16h27, última modificação 02/07/2020 16h27
Vereadores esclarecem queixas sobre iluminação pública em reunião com o Consmepi, Quark Engenharia e Prefeitura

Reunião sobre Iluminação Pública

Na manhã da última terça-feira, 30 de junho, foi realizada no Plenário da Câmara Municipal de João Monlevade uma reunião para discutir sobre as constantes reclamações da população com relação à iluminação pública. A reunião foi solicitada por meio de requerimento de autoria do vereador Toninho Eletricista (PTB). Estiveram presentes a secretária executiva do Consórcio Intermunicipal Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi), Cristiane Linhares Vale; os representantes da Quark Engenharia, Bernardo Vargas e Júnior Almeida, empresa responsável pelo serviço de iluminação pública no município; e o engenheiro da Prefeitura, Cléber Araújo Moraes, gestor do contrato junto à empresa. Também participaram da reunião os vereadores Djalma Bastos (PSD), Cláudio Cebolinha (DEM), Gentil Bicalho, Belmar Diniz (ambos do PT), Tonhão (Cidadania), Vanderlei Miranda (PL), Thiago Titó (PDT), Revetrie Teixeira (MDB) e o presidente Leles Pontes (Republicanos). O vereador Guilherme Nasser (MDB) justificou ausência.

Toninho abriu a reunião e destacou que várias são as reclamações da população com relação a iluminação precária e postes com lâmpadas apagadas. “Outra reclamação constante é com relação à demora na realização do serviço. E isso não vem de agora, mas desde o ano passado. Precisamos dar um retorno ao cidadão que nos procura e, por isso, o objetivo dessa reunião. Queremos esclarecer o que está acontecendo e como nós, vereadores, podemos ajudar”, afirmou.

Em seguida, o engenheiro Cléber Moraes explicou que o número de reclamações e pedidos aumentou consideravelmente por causa do atendimento pelo call center que, anteriormente, não funcionava corretamente. Além disso, a Quark Engenharia, que assumiu o serviço em março deste ano, ficou com uma demanda reprimida de pedidos da empresa anterior. “Começamos a perceber o grande número de queixas pela imprensa, principalmente quanto aos pedidos sem solução. Foi então que fizemos uma reunião com a Quark para adequar prazos e metas. Contudo, as reclamações continuaram. Notificamos a empresa e fizemos nova reunião sendo constatados ainda 116 pedidos em atraso. Estabelecemos novo prazo para que o problema fosse sanado e caso as reclamações continuassem, a empresa poderia ser acionada juridicamente”, comentou.

Já a secretária executiva do Consmepi, Cristiane Vale, esclareceu algumas questões. Segundo ela, eram várias as queixas de que o canal 0800 não funcionava. Com isso, ficava inviável verificar a quantidade de ordens de serviço abertas. Além disso, o município não tinha acesso direto ao software, o que tornava a situação mais complicada. “Felizmente, com o modelo de programa do consórcio, agora os municípios acessam diariamente o sistema e acompanham de perto a evolução do serviço e também se existe alguma falha”, declarou. Cristiane disse, ainda, que o Consmepi planeja e fiscaliza o cumprimento da ata de registro de preços do serviço de iluminação pública enquanto o município fica responsável pela gestão e fiscalização do contrato. “A empresa está trabalhando para zerar a demanda reprimida e pedimos ao cidadão para acionar os canais de comunicação quando o serviço não for realizado dentro do prazo estabelecido que é de 72 horas”, declarou.

Por sua vez, o gerente estadual da Quark Engenharia, Júnior Almeida, afirmou que quando a empresa assumiu o serviço no dia 16 de março passado havia mil ordens de serviço em aberto. Diante da situação, a empresa se empenhou para resolver a demanda represada e atender a novos chamados. “Quando assumimos, sabíamos que a demanda deixada pela empresa anterior era alta, mas estamos nos esforçando para resolver isso. O contrato prevê quatro equipes de trabalho, contudo estamos com seis equipes trabalhando para resolver as pendências a curto prazo. A partir do dia 6 de julho, pretendemos atuar com oito equipes, duas delas à noite, sendo uma com sistema de ronda e uma para atender apenas ordens abertas. Com isso, pretendemos em 30 dias estar com o parque coberto”, concluiu.

Por fim, os vereadores agradeceram às informações repassadas durante a reunião e salientaram que a população realmente precisa de um retorno mais rápido quanto às reclamações. “Somos os representantes do povo e, por isso, o cidadão vem até nós para que possamos ajudá-lo. Creio que conseguimos com essa reunião sanar as dúvidas e esclarecer os pontos principais que geram tantas queixas por parte da população”, ponderou o vereador Toninho Eletricista.

Para reclamações e solicitação de serviço de troca de lâmpadas, o cidadão pode entrar em contato pelo canal de atendimento 0800-666-2001 ou pelo WhatsApp (31) 99750-8166. Também é possível fazer contato por meio do aplicativo SipuB Cidadão pelo celular.

error while rendering plone.comments