Vereadores aprovam projetos que geram empregos e melhoram a infraestrutura em João Monlevade

por Maria Tereza Bicalho publicado 03/07/2017 11h26, última modificação 03/07/2017 11h26

Os vereadores da Câmara de João Monlevade aprovaram na tarde de ontem, 11, importantes projetos que vão gerar empregos e melhorar a infraestrutura no município. A sessão extraordinária da Câmara, convocada pelo presidente Djalma Bastos (PSD), teve a presença dos vereadores Leles Pontes (PRB), Guilherme Nasser (PSDB), Revetrie da Saúde (PMDB), Fábio da Prohetel (PP), Geraldo Tonhão (PPS), Sinval Dias (PSDB), Toninho Eletricista (PHS), Cláudio Cebolinha (PTB) e Gentil Bicalho (PT). Os demais vereadores justificaram ausência. 

Todos os projetos pautados foram aprovados por unanimidade dos presentes. O primeiro foi o 955/2016, de iniciativa da Mesa Diretora, que altera dispositivos da Lei nº 1969, de 21 de novembro de 2011, que dispõe sobre o Plano de Cargos da Câmara. Aprovando o projeto, os vereadores extinguiram alguns cargos e criaram outros. A alteração foi necessária para que a Casa adequasse aos 15 vereadores e aos outros serviços, como o Posto de Identificação.

Outro projeto aprovado foi o 956/2017, de iniciativa do Poder Executivo, que extingue a Região Administrativa e o cargo de Administrador Regional, cria o cargo de ajudante geral, com 100 vagas disponíveis, modifica a Lei nº 955, de dezembro de 1989 e revoga a Lei nº 1845, de dezembro de 2009. Conforme redação da proposta, os contratados irão atuar em serviços urbanos e serviços de obras em geral. Ainda na redação do projeto, a prefeita Simone Carvalho (PSDB) destaca que algumas das atividades inerentes ao cargo são preparar e limpar canteiros de obras, participar de operações tapa-buracos, dentre outras. Nas justificativas dos votos, todos os vereadores que se manifestaram reconheceram a importância de o governo ter de fato uma equipe voltada para a manutenção do município. Segundo eles, a população monlevadense merece uma cidade com boa infraestrutura. 

O último projeto votado e aprovado é o que extingue a Sala de Reuniões do Anexo Germim Loureiro e denomina de “Senhor Merico” o Posto de Identificação da Câmara Municipal. Tal mudança foi necessária pois como o Legislativo monlevadense conta agora com 15 vereadores, além do Posto de Identificação, os edis da legislatura passada optaram por adequar o espaço já existente na Câmara, ao invés de construir novo andar no prédio anexo. “Com isto, uma obra que poderia custar quase R$1 milhão, ficou em pouco menos de R$226 mil”, justificou Djalma. Desta forma, a atual sala de reuniões foi dividida e irá abrigar a Procuradoria Parlamentar da Câmara e ainda, a sala da Superintendência Regional de Ensino, espaço cedido pela Câmara a partir de solicitação do próprio órgão. Américo Lopes, o “Senhor Merico”, pai do vereador Pastor Carlinhos (PMDB), que havia sido homenageado com aquele espaço, dará agora nome a outro setor importante da Câmara Municipal, que é o Posto de Identificação.

Sinval é novamente líder do governo da Câmara

O vereador Sinval Dias, que foi líder de governo do ex-prefeito Teófilo Torres (PSDB), será líder também no governo da prefeita. Simone Carvalho encaminhou ofício à presidência da Câmara, indicando o vereador para ser seu líder no Legislativo. Sinval se disse honrado pela confiança. “Fui líder do governo de Carlos Moreira por oito anos, do Teófilo e agora da Simone. Defendo o que acredito, o trabalho sério. Agradeço a confiança e contem sempre com este vereador”, declarou Sinval.

Espaço também para as boas vindas aos vereadores  

Durante suas falas, os vereadores destacaram o orgulho em estarem representando o povo. Sinval Dias parabenizou a todos pela disputa nas eleições e pela vitória. “Toda a vida defendi o Poder Legislativo. Será muito bom trabalhar com todos vocês”, declarou. Gentil Bicalho destacou que é vereador de João Monlevade. “Defendo meu partido, mas represento toda a população. Farei o meu melhor”, disse. Guilherme Nasser elogiou a postura do petista. “Somos de partidos adversários, mas nosso objetivo é comum: o progresso de Monlevade”, destacou.

 Cláudio Cebolinha também agradeceu aos eleitores. “Fui suplente em duas eleições até conseguir ser eleito vereador. Agradeço aos eleitores e à minha família. Estou à disposição de todos”, informou. Leles Pontes destacou que ser eleito pela primeira vez é difícil e a permanência na Câmara é por meio de um trabalho sério e comprometido enquanto vereador. “Mas quero dizer que estou à disposição de todos. Contem comigo para trabalharmos nestes quatro anos por nossa cidade”, disse.

A eleição de Djalma Bastos à presidência pelo segundo biênio consecutivo também foi elogiada pelos vereadores. O presidente agradeceu o voto de confiança e elogiou o trabalho que vem acompanhando até então. “As reuniões das comissões são proveitosas, os assuntos são discutidos respeitosamente e com qualidade. Toda a infraestrutura da Casa está à disposição dos vereadores e vamos melhorar progressivamente. Que estejamos sempre em harmonia, acima das siglas partidárias e tendo como prioridade o desenvolvimento de João Monlevade”, declarou Djalma.



error while rendering plone.comments