Câmara realiza entrega de certificados aos participantes do Câmara Mirim, Melhor Idade e Parlamento Jovem

por Maria Tereza Bicalho publicado 01/12/2017 07h45, última modificação 06/12/2017 15h58

A Câmara de João Monlevade desenvolveu este ano três importantes projetos de educação e reforço à cidadania: Câmara Mirim, Parlamento Jovem (PJ) e Câmara da Melhor Idade. E ontem, 30, foi feita a entrega de certificados aos vereadores mirins, da melhor idade e aos jovens do PJ. Também receberam certificados as escolas e instituições parceiras das três iniciativas.

Fizeram parte da mesa de honra o presidente da Casa, Djalma Bastos (PSD), os membros das comissões especiais que acompanharam o desenvolver dos projetos, Vanderlei Miranda (PR), Fábio da Prohetel (PP) e Gentil Bicalho (PT), bem como o secretário municipal de Educação, Teotino Damasceno. Ainda estiveram presentes os vereadores Belmar Diniz (PT), Cláudio Cebolinha (PTB) e Thiago Titó (PDT). Os demais vereadores justificaram ausência. Em suas falas, os vereadores parabenizaram a todos pelo interesse em participar ativamente na construção de políticas públicas para o município e estado. “Em um momento em que a classe política está tão desacreditada, vocês fazem a diferença. Esta Casa se orgulha pela manutenção desses três projetos. A todos os envolvidos, os meus parabéns e muito obrigado”, ressaltou Djalma.

Homenagem

Os pais da jovem Thais Cristine, que participou do Parlamento Jovem Minas 2014, e que faleceu este ano, receberam dos vereadores e da coordenação do projeto, uma homenagem. Todos reverenciaram a jovem, que representou João Monlevade na plenária estadual àquele ano. Uma das coordenadoras do projeto, Evanir Mercês Gonçalves, entregou aos pais de Thais um quadro, presenteado por Guilherme Nasser (PSDB), que não pôde estar presente e que era presidente do Legislativo quando Thais participou do projeto. Por fim, estudantes do PJ fizeram três apresentações musicais para os presentes.

Saiba mais sobre os projetos

Esta foi a sétima edição do Câmara Mirim. Por meio deste projeto, 12 estudantes do ensino fundamental elaboraram propostas de melhorias para a cidade. Já o Câmara da Melhor Idade, que também contou com 12 integrantes, foi realizado pela terceira vez. Sobre o Parlamento Jovem, é a quarta vez consecutiva que o Legislativo monlevadense participa. O projeto, desenvolvido junto à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), tem como público alvo os estudantes do ensino médio.

error while rendering plone.comments